Campus Fernando Costa da USP

O Campus de Pirassununga é o maior dos ‘Campi’  da USP em extensão territorial.

Na realidade, uma fazenda, com área total de 937 alqueires, dividida pela Rodovia Anhanguera. A fazenda, que em 1945 iniciou suas atividades como Escola Prática de Agricultura Fernando Costa.

No final dos anos de 1950, a área até então denominada Escola Prática de Agricultura passou a se chamar Instituto de Zootecnia e Indústrias Pecuárias (IZIP). Após a reforma universitária recebeu o nome de Centro Intraunidade de Zootecnia e Indústrias Pecuárias (CIZIP).

Em 1989 foi criado o Campus de Pirassununga da USP e, logo depois, em 1992, a Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA)

O Campus Fernando Costa  engloba a Prefeitura do Campus, Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos (FZEA) e parte da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ)

Na vasta área destacam-se pastagens tropicais, culturas anuais, instalações zootécnicas e rebanhos de bovinos de corte e de leite, suínos, aves, equinos, caprinos, ovinos, búfalos, coelhos e peixes, matadouro-escola, laticínio, centro de eventos, anfiteatro, colônias e moradia estudantil, Unidade Básica de Saúde (UBS) e refeitório, além do setor de esportes, reservas florestais e ecológicas permanentemente monitoradas, vida silvestre trilhas ecológicas, represas e sistema de captação de água.

Conta, também, com modernos equipamentos e implementos agrícolas e sistemas de irrigação. A adoção de diferentes técnicas garantem ao Campus a produção de alimentos destinados aos animais utilizados nos experimentos e nas atividades didáticas.

No saguão do prédio principal estão os despojos do ex-ministro da Agricultura do presidente Getúlio Vargas, Fernando Costa e de sua esposa, Anita Costa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *